Guardiões da Sagrada Eucaristia

Guardiões da Sagrada Eucaristia

Pe. Daniel Couture, SSPX | Distrito do Canadá Junho de 2017 – Carta do Superior do Distrito | Tradução: Sensus Fidei — Ao entrar no mês de junho, este mês do Sagrado Coração, da Sagrada Eucaristia, do Sacerdócio Sagrado — uma vez que as ordenações sacerdotais geralmente ocorrem neste mês em nossos seminários — é bom lembrar que o sacerdote, por sua ordenação, é o guardião designado da Sagrada Eucaristia, o sacramento dos sacramentos, o dom dos dons.






Do esgoto do mundo à salvação dos nossos filhos

Do esgoto do mundo à salvação dos nossos filhos

Dom Lourenço Fleichman OSB | Permanência | Dominus Est — O que me leva a escrever hoje é a constatação, cada dia mais evidente, da dificuldade que as famílias católicas têm para viver neste mundo enlouquecido e transviado. O espetáculo que estamos assistindo, e que não se limita ao carnaval, mas ao ano todo, e a todos os anos, é de meter medo. Nossas famílias, nossas melhores famílias, não conseguem se isentar deste mundo. Todos pactuam com práticas diversas de destruição do que resta de decência e de família. Digo “família” porque já não há mais nada de sociedade a ser preservado, já não temos mais o que defender! Tudo está destruído. Mas talvez ainda possamos lutar dentro de nossas famílias, ou dentro de nossos corações.











A Verdadeira Obediência: A Marca de um Fiel Católico

A Verdadeira Obediência: A Marca de um Fiel Católico

SSPX — Distrito do Canadá | Tradução: Sensus Fidei — Na atmosfera liberal que permeia a cultura ocidental, a obediência tem sido grandemente abusada como desculpa para um grande mal. No entanto, a obediência é uma virtude e os católicos devem procurar continuamente progredir em virtude. Isso leva à pergunta: como um católico obedece a seus superiores religiosos e civis quando eles estão obviamente perpetrando leis e doutrinas más?











PLANO B: A Queda do Novus Ordo Seclorum

PLANO B: A Queda do Novus Ordo Seclorum

Anthony Mazzone — Remnant | Tradução: Sensus Fidei — Isto é o que eu acredito: a liturgia tradicional será universalmente restaurada como a forma litúrgica primária e norma de nossa fé; o idealista Missal Romano de 1970 se tornará uma aberração histórica, uma curiosidade disponível apenas em bibliotecas de pesquisa. Os Pontífices transmitirão o que receberam, prudentemente governarão a Igreja e não ousarão perturbar nossa piedade. Nossos prelados serão santos e modestos, mas com espinhas vertebrais de ferro. Agora eu não ficaria surpreso se você intervisse neste momento e me dissesse: “você realmente sabe o que está falando? Talvez você devesse ficar calado”. Como posso ter tanta certeza? Porque estou convencido de que isso é o que quer Cristo nosso Rei. Para adaptar uma velha frase: “Se o Rei não está feliz, ninguém está feliz”. Do Prefácio da Missa na Festa da Soberania de Nosso Senhor Jesus Cristo, Rei Supremo: Ele nos concederá: “um Reino eterno e universal, reino da verdade e da vida; um reino de santidade e de graça, um reino de justiça, amor e paz”.











A eficácia do bom exemplo

A eficácia do bom exemplo

Pe. Luis Fernando Pasquotto, IBP-SP (*) — Não há modo de ensinar que seja mais forte e suave ao mesmo tempo, do que o exemplo: convence sem argumentação, empurra sem violência, coloca as coisas no lugar sem brigas, persuade sem debate, tira todas as dúvidas, corta todas as desculpas sem barulho.











WP-Backgrounds by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann