Saindo do credo torto do espiritismo

Saindo do credo torto do espiritismo

Sensus Fidei: O texto a seguir chamou-nos atenção pelo calor e a sinceridade de seu testemunho. Resultou do comentário referente ao artigo Espiritismo inoculou no meio cristão o naturalismo maçônico por meio de práticas da metapsíquica experimental. A autoria é de nosso leitor Rafael que, solícito e com a melhor das intenções nos autorizou a publicação. Com clareza e serenidade, Rafael nos convida ao aprofundamento desse tema, hoje bastante generalizado por meio do fluido e dissolvente conceito de “nova espiritualidade”, ou falsa religião gnóstico-panteísta-naturalista da Nova Ordem Mundial.

A Absolvição Sacramental Dá a Graça Santificante

A Absolvição Sacramental Dá a Graça Santificante

Pe. Élcio Muricci | Zelo zelatus sum: A pessoa, com o pecado mortal, perde a graça santificante. Se foi o primeiro pecado mortal, perde a graça santificante recebida no batismo. Isto significa perder a inocência batismal. Quando o pecador, depois de ter recuperado a graça santificante, torna-a a perder, aí vem a segunda tábua de salvação que é o Sacramento da Confissão. Neste segundo caso, pela absolvição sacramental, o pecador recupera a graça santificante que tinha perdido.

Efeitos do Sacramento da Confissão

Efeitos do Sacramento da Confissão

Pe. Élcio Muricci | Zelo zelatus sum: Em artigos anteriores já tive oportunidade de mostrar como o Sacramento da Penitência constitui a obra prima da misericórdia  divina. Ao tratar dos efeitos da confissão poderemos constatar ainda melhor esta verdade. É óbvio que todas os maravilhosos efeitos da confissão se dão quando o pecador está bem disposto. Do contrário, é claro, este grande remédio, seria transformado pelo pecador, em veneno, ou, no mínimo o inutilizaria.

A “Evolução” do Dogma e a Desnecessidade da Igreja de Cristo

A “Evolução” do Dogma e a Desnecessidade da Igreja de Cristo

Sensus fidei: Semana passada tomamos conhecimento de algumas ousadas declarações de um dos mais expressivos proponentes da Teologia da Libertação, Leonardo Boff, publicadas no jornal regional alemão Kölner Stadt-Anzeiger [cf. Teólogo da Libertação Boff: “Francisco é um de nós”] referindo-se ao Papa Francisco e seu pontificado. Entre outras insólitas declarações, a seguinte não pôde passar despercebida:

Você sabe, tanto quanto eu entendo, o centro de seu interesse [do Papa Francisco] não é mais a Igreja — e certamente não o funcionamento interno da Igreja — mas, sim, a sobrevivência da humanidade, o futuro da Terra. […] (grifos nossos.)

Espantoso! o centro de interesse do Papa já não seria mais a Igreja, nem mesmo o funcionamento interno dela, mas, sim, a sobrevivência da humanidade, o futuro da Terra. Mas que futuro da Terra é este que prescinde da Igreja, Corpo Místico de Cristo, a barca da salvação inserida no tenebroso mar da história humana para a salvação das almas?

O SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO, SEGUNDO A IGREJA CATÓLICA (Parte I)

O SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO, SEGUNDO A IGREJA CATÓLICA (Parte I)

Sensus fidei: Do princípio ao fim, a Escritura fala do matrimônio e do seu «mistério», da sua instituição e do sentido que Deus lhe deu, da sua origem e da sua finalidade, das suas diversas realizações ao longo da história da salvação, das suas dificuldades nascidas do pecado e da sua renovação «no Senhor», na Nova Aliança de Cristo e da Igreja.

Confissão no Antigo e Novo Testamentos

Confissão no Antigo e Novo Testamentos

Pe. Élcio Muricci | Zelo zelatus sum: “Quando Jesus Cristo veio ao mundo, diz um autor, ele achou a confissão estabelecida e, impondo aos fiéis a obrigação de se confessar, não deu uma lei nova, não fez senão confirmar e aperfeiçoar uma lei já existente, ele que veio, não destruir a lei, mas aperfeiçoá-la (S. Mateus V, 17).

Siga-nos
Receba nossas atualizações em seu e-mail
Junte-se aos amigos de Sensus fidei
Powered By WPFruits.com
WP-Backgrounds by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann