OS QUE PENSAM QUE VENCERAM: 3. A “nova” filosofia de M. Blondel

OS QUE PENSAM QUE VENCERAM: 3. A “nova” filosofia de M. Blondel

SÍ SÍ NO NO | Adelante la Fe | Traduzido por Airton Vieira — Passamos agora aos santos padres da «nova teologia».

O primeiro passo da «nouvelle théologie» para despedir-se da teologia católica tradicional e, portanto, da tradição dogmática é, o temos visto, o abandono da filosofia escolástica. Não deve por isto surpreender se Urs von Balthasar, ao sustentar que «o inferno existe, mas está vazio» apele, entre outros, a Maurice Blondel (veja-se sì sì no no, 15 de novembro de 1992, p. 1). Este filósofo, que, apesar de suas aspirações e de seus «amigos», ocupa um espaço muito modesto na história da filosofia, ocupa, em troca, um lugar muito importante na história do neomodernismo ou «nouvelle théologie».

A Confissão Bem Feita Provoca Transportes de Alegria

A Confissão Bem Feita Provoca Transportes de Alegria

Pe. Élcio Muricci | Zelo zelatus sum — Caríssimos, peço que não julguem ser fruto de puro sentimentalismo o que agora vou escrever. A alegria que vem de uma santa confissão, máxime de uma confissão geral bem feita, é algo que sobrepuja todo entendimento humano, é divino, é sobrenatural. Quantos e quantas que antes da confissão choravam de tristeza, após a confissão, choravam de alegria! E digo mais: esta alegria inefável, enche também o coração do confessor. Basta pensarmos no seguinte: uma alma sair das garras do demônio e ser colocada nas mãos de Deus, Nosso Pai e Senhor! Deixar o caminho que conduzia ao inferno e passar a trilhar o que conduz ao céu. Vale a pena estendermos as nossas reflexões sobre tema tão agradável ao coração humano!

O Senhor em silêncio diante de seus acusadores

O Senhor em silêncio diante de seus acusadores

Pe. Juan Manuel Rodríguez de la Rosa – Adelante la Fe | Tradução: Sensus Fidei — Por que diante desses insultos e falsidades o Senhor permaneceu em silêncio? Por que não realizou nenhum milagre para Herodes que tanto o desejava, e, no entanto, guardou o mais absoluto silêncio?

Criacionismo e Evolucionismo

Criacionismo e Evolucionismo

Dom Fernando Rifan — A Pastoral da Educação da nossa Administração Apostólica promoveu, nesse mês de março, um simpósio sobre Criacionismo e Evolucionismo, uma série de quatro palestras e apresentação de vários filmes, com debates sobre o assunto, para os professores dessa área específica. De tudo o que foi apresentado nesse simpósio, poderíamos resumidamente dizer:

Não ter medo de fazer boas obras

Não ter medo de fazer boas obras

Instituto do Bom Pastor, São Paulo – SP — No Evangelho de hoje, vemos Cristo expulsar um demônio e logo em seguida ser atacado pelos fariseus. Cristo faz uma obra boa e, como recompensa, é atacado. Esse é um exemplo claro para não termos medo de fazer boas obras, mesmo quando elas desagradam alguns. É impossível agradar a todos quando fazemos ou falamos algo, pois o mundo é bipartido entre os filhos da Virgem e os filhos da Serpente, ou entre a Cidade de Deus e a Cidade dos Homens, na imagem consagrada por Santo Agostinho.

WP-Backgrounds by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann